Tudo sobre as barras paralelas!

As barras paralelas são muitas vezes subestimadas por pessoas que não praticam Calistenia & Street Workout, até que subam na mesma para tentar uma primeira vez.

Conheça tudo sobre os benefícios desse equipamento!

Falae Galera!

Hoje vamos falar das barras paralelas.

Os exercícios executados nas barras paralelas estão entre os melhores que você poderá executar dentro e fora das academias e você já vai entender porque digo isso.

Alguns exercícios como as dips nas barras paralelas são multiarticulares/compostos, ou seja, trabalham vários grupamentos musculares ao mesmo tempo como por exemplo o peitoral, os ombros e o tríceps.

Trata-se de um exercício que já exige um nível intermediário de força para ser executado de forma correta, principalmente quando falamos de dips (flexões nas barras paralelas) realmente profundas.

Alguns músculos recrutados para a execução das dips nas barras paralelas:

  • Peitoral maior;
  • Peitoral menor:
  • Tríceps braquial;
  • Deltoide anterior;
  • Grandes dorsais;
  • Trapézio;
  • Abdômen para estabilização;

É claro que a intensidade da participação de cada grupo muscular depende do ângulo das dips executadas na barra paralela, mas de forma geral é um exercício muito completo e de altíssimo gasto calórico.

Com uma pegada mais aberta, diagonal ou mesmo com a inclinação a frente do tronco nas barras paralelas você terá uma participação maior dos músculos do peitoral. Já com uma pegada mais fechada, com as mãos realmente paralelas ou apenas com a postura mais ereta sobre as barras, você terá uma participação maior dos tríceps na execução do movimento, além de todos os músculos sinergistas.

Compartilho agora com você então algumas dicas para ampliar seus resultados a partir desse fantástico equipamento e suas possibilidade de exercícios:

1 – Valorize a fase excêntrica do movimento

No caso das dips nas paralelas, a descida ou fase negativa. Essa fase do movimento está relacionada com melhores ganhos de força e massa muscular;

2 – Treine com um peso além de sua carga corporal

Acrescentar sobrecarga através de caneleiras ou mesmo dip belts são fundamentais para o desenvolvimento muscular afim de manter-se sempre desafiado pelo treino. Progrida de forma gradativa subindo os pesos a cada 15 ou 20 dias.

3 – Varie cargas e repetições

Tenha em mente que ganhar massa muscular não significa treinar com poucas repetições e altas cargas, então depois de algumas semanas quando já estiver mais acostumado com seus treinos com sobrecarga, alterne-os afim de fugir da adaptação (estagnação) com treinos curtos e cargas mais pesadas, e depois treinos mais longos com altas repetições e cargas médias.

Isso o manterá progredindo, mas você também pode se fazer uso de outra técnicas avançadas como pré-exaustão, pirâmide e mais.


Se você ainda não faz parte da Lista Vip, aproveite e inscreva-se já, é gratuito.

É isso ai, fico por aqui hoje!

Um forte abraço!

Compartilhamos conteúdo sobre Calistenia & Street Workout

Cadastre seu nome e e-mail e receba em primeira mão.

Somos 100% contra spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *